Há poesia em cada dia! Hoje é

Quarto em mudança

Perco a conta
de quantos papéis
rasgo com raiva.
Pico, rasgo, amasso
e encho o saco.

Encho sacos e sacos
plásticos.
Brancos,
pretos,
azuis,
transparentes
e um laranja
da loja de brinquedos
em que comprei aquelas canetas.

Troco quadros,
quebro enquadrações,
rasgo mais papel
para depois
cortar e colar
outros novos.

Conchas caindo
em potes que
parecem diferentes
a cada dia.

Não gosto,
mas tem um
espelho vigiando
as minhas costas.
Não gosto, mas
ele é mais útil assim.

Sobra espaço
para mais quadros,
sobra mais espaço
no quarto,
sobra mais vazio
para preencher
com as palavras
que uso para
não enlouquecer.

5 comentários:

Nádia Santos disse...

Que lindo!!! Gostei demais, bom final de semana, bjinhos.
=> Gritos da alma
=> Meus contos
=> Só quadras

Marcos Lima disse...

Olá, Nádia.

Agradeço demais os elogios!

Abraços!

Priscila Pedrin disse...

Sacudindo
Haja tantos vazios...

Grata!

Marcos Lima disse...

Olá, Priscila.

Vazios são bons porque temos a oportunidade de preencher estas lacunas de modo positivo.

Abraços!

Priscila Pedrin disse...

Olá, Marcos.
Bom dia!

Sim, desta forma.

Oportunidade não é um bem restritivo, é para quem percebe e sabe dela desfrutar.

Otimas vibrações.

Postar um comentário

Traduzir / Translate

 

© Copyright Há poesia em cada dia . All Rights Reserved.

Designed by TemplateWorld and sponsored by SmashingMagazine

Blogger Template created by Deluxe Templates