Há poesia em cada dia! Hoje é

Essências

Quem realmente somos?


Essências


O tempo passa
e nós mudamos,
sempre mudamos.
Mas sempre voltamos.
Não importa o quanto mudamos,
sempre somos nós.
Isto é imutável.
É física.
E físico.
Físico cada vez que nos
olhamos no espelho,
a máquina do tempo.
Só o tempo manda,
Só ele devora.
O tempo passa
e nós mudamos.
Mas sempre voltamos.
Não importa o quanto mudamos,
somos nós sempre.

8 comentários:

Tatiana Kielberman disse...

Belíssimas linhas...

Sempre somos nós, mesmo, independente da metamorfose!

Beijos!

Marcos R. B. Lima disse...

Obrigado, Tatiana!

Acredito realmente que algo sempre permanece em nós e este algo seria a nossa essência. Obrigado pelas palavras de incentivo.

Abraços.

Mara Farias disse...

A pessoa simples foi descrita em tuas palavras.
o texto é muito bonito!
Veja o meu também: www.acaradapoesia.blogspot.com

Marcos R. B. Lima disse...

Olá, Mara!

Mas a nossa simplicidade pode ser o que há de mais complexo em nossa essência.

Abraços.

Dalva Maria Ferreira disse...

Só o tempo manda! Profundo, muito bem bolado, Marcos.

Marcos R. B. Lima disse...

Olá, Dalva!

Obrigado pelas palavras e por apreciar o poema. Fico muito feliz em receber comentários como este.

Abraços.

Anônimo disse...

"As pessoas tem medo de mudanças.Eu tenho medo que as coisas nunca mudem."(Chico Buarque)

Parabéns pelo texto

@_audray_
(Andreia)

Marcos R. B. Lima disse...

Olá, Andrea.

Obrigado mais uma vez por outro comentário. Aproveite bastante o recesso para conhecer o que aconteceu aqui durante 2010 e 2009!

Abraços.

Postar um comentário

Traduzir / Translate

 

© Copyright Há poesia em cada dia . All Rights Reserved.

Designed by TemplateWorld and sponsored by SmashingMagazine

Blogger Template created by Deluxe Templates