Há poesia em cada dia! Hoje é

Haroldo de Campos - Pharoldiando


Quando falamos de evolução, no âmbito literário, não queremos dizer substituição do velho pelo novo. Queremos afirmar que, a partir da produção até o presente momento, determinado autor consegue criar, como afirma Décio Pignatari, novos modelos de sensibilidade a partir dos modelos existentes.

Neste quesito, todos nós temos uma enorme dívida com Haroldo de Campos. Haroldo foi o nosso Odisseu, o nosso Fausto, o nosso Bloom e, claro, o nosso Haroldo.

Nunca esquecerei da primeira vez que li um trecho de "Galáxias", do primeiro livro que comprei de Haroldo (uma antologia), da primeira vez que ouvi a voz do poeta no CD "Isto não é um livro de viagem" ou ainda da derradeira notícia de sua morte que acompanhei pelos jornais.

Aí vai um singelo agradecimento ao grande navegante da nossa literatura e crítica literária - aproveitando o tema de um dos seus mais famosos poemas:


Pharoldiando

______... se

nasce________ morre

remorre______ renasce ?

0 comentários:

Postar um comentário

Traduzir / Translate

 

© Copyright Há poesia em cada dia . All Rights Reserved.

Designed by TemplateWorld and sponsored by SmashingMagazine

Blogger Template created by Deluxe Templates